Trilogia Cósmica

wp-1474432536118.jpg

Informações gerais: escrito por C. S. Lewis, livros pertencentes a Trilogia Cósmica, lançados pela editora Martins Fontes. Fantasia – literatura fantánstica.

Sinopse do primeiro livro da Trilogia Cósmica: Além do planeta silencioso (retirada do skoob): “Este é o primeiro livro da TRILOGIA CÓSMICA de C. S. Lewis, escrita nos tensos momentos que antecederam a Segunda Guerra Mundial e que foram concomitantes a ela. É uma parábola de sua época que acabou por resistir ao tempo e que tem sido apreciada por sucessivas gerações não só pela importância de seu conteúdo moral como também em razão da maravilhosa narrativa. Para o papel principal da trilogia, C. S. Lewis criou aquele que talvez seja o personagem mais memorável de sua carreira – o brilhante filólogo Elwin Ranson, uma pessoa objetiva, veemente e corajosa – inspirado no amigo J. R. R. Tolkien; nada mais justo, pois no que se refere à amplitude imaginativa e à integridade criativa não só de um, mas de dois mundos imaginários, a TRILOGIA CÓSMICA só foi igualada, no século XX, à trilogia tolkeniana de “O Senhor dos Anéis”. Os leitores que na infância se apaixonaram pela série fantástica de “As Crônicas de Nárnia” invariavelmente apreciam a TRILOGIA CÓSMICA quando ficam velhos. Também ela apresenta mundos estranhos e mágicos onde se travam combates épicos entre as forças da luz e as das trevas e é uma das obras mais extraordinárias da literatura inglesa de todos os tempos.”

Os livros dessa trilogia, segundo o autor, podem ser lidos independentemente ou fora de ordem, mas ele indica, assim como eu, a começar pelo primeiro volume (Além do planeta silencioso); por isso resolvi fazer uma resenha geral de toda essa trilogia e deixar aqui a sinopse somente do primeiro volume.

O primeiro livro começa com o filólogo Elwin Ranson de férias caminhando pelo interior da Inglaterra, quando, ao ir atrás de um jovem, é sequestrado por dois cientistas para viagem a um planeta desconhecido onde possui espécies muito interessantes e com culturas e modo de viver muito diferentes da humana.A partir dessa viagem, Ransom começa uma série de aventura que só é finalizada de fato no terceiro volume (Uma força medonha).

Comecei a ler essa trilogia sem saber nada de sua história e desde o início não o considerei uma literatura para crianças, mesmo eu tendo gostado muito dessa fantasia. Diferente de As crônicas de Nárnia, todos os três livros tem uma linguagem e pensamentos bastante rebuscados, sendo leituras demoradas e pesadas, com Uma força medonha sendo a mais leve dos três e Perelandra a mais lenta.

Todos eles C. S. Lewis, por meio de sua história, discuti e filosofa o tempo inteiro sobre a ética científica, o destino da especie humana e o que nos faz sermos considerados seres racionais, diferentes dos outros animais. A trilogia é uma grande crítica na verdade ao pensamento humano de nós como seres superiores em que tudo foi criado para nosso uso e exploração, e com umas pessoas sendo melhores e mais importantes que outras. O autor, já na sua época vê o perigo dessa visão, pois esse tipo de pensamento dá a liberdade para alguns fazerem com, não só o mundo, como o universo e as pessoas classificadas como “inferiores”, o que quiserem. Essa característica é muito bem vista nos dois sequestradores cientistas, o qual desejam somente dominar o universo e suas espécies em prol daquilo o qual consideram o futuro e a evolução, com esse objetivo justificando todos os meios usados, mesmo sendo os mais insensíveis, antiéticos e cruéis possível.

Apesar da escrita de C. S. Lewis ter plena influência de sua religião e época por ele vivida, essa leitura traz debates e reflexões bem interessantes para nós. É claro que discordo de certas crenças e opiniões colocadas discretamente pelo autor, porém em sua maioria suas críticas são bastante relevantes e atuais. Vi aqui um C. S. Lewis com preocupações a frente de seu tempo, questionando e enfrentando a arrogância humana, a tendência de explorar o máximo tudo e a todos, não nos importando muito com as consequências de nossos atos para com os demais, mas somente buscando por mais e mais poder.

Para mim a leitura destes livros foi lenta por ter nela inserida um vasto conhecimento adquirido por Lewis até aquele momento, com muitas questões a serem pensadas e debatidas sobre o destino da humanidade. É uma leitura pesada, mas que vale muito pena ler.

Amor a todos ❤

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s